Pular para o conteúdo principal

Postagens

Me Pega...

Postagens recentes

Me Dá Tua Mão?

Menino que me encanta
Nessa manhã de sol escaldante
Quero poder segurar tuas mãos 
E não soltá-las nunca mais!

Vamos sair pela vida
Andar sem rumo pelo dia
Vamos passear de mãos dadas.
Seja meu, neste dia?

Brincaremos na praça com as crianças
Riremos alto dos cochichos maldosos quando nos virem como bobos
Andando pelas ruas repletas de robôs
Vamos tomar sorvete no banco da praça
Dar casquinha deles aos pombos saltitantes.

Vamos caminhar pela praia imaginária
Chutar a areia morna e molhar nossos pés na água
Vamos nos sentar ali, sem palavras, sem gestos
Apenas de mãos dadas.

Vamos olhar para o céu quando uma gaivota solitária cruzar o espaço com seu canto sonoro e feliz.
Ah...meu menino...
Vamos nos sentar no velho e desbotado balanço do parque
Esperar que o sol se guarde sereno e lento no horizonte
Lua travessa, comece a banhar nas águas intranquilas?

Entrelace teus dedos nos meus, façamos uma prece silenciosa ao dia que nunca mais será esquecido.
Vamos caminhar por nossos sonhos, por nossas ilusões
Não mais…

Vontades...

Preciso te dizer o que quero hoje?
Vem e me dá o que quero!!!
Com cerveja.....

Perdição...

Sou tua. Menina manhosa, gulosa, insaciável. Mulher indecente. Que te pede, que te implora. Que ajoelha fácil..e recebe na boca o doce sabor do pecado. Sou tua. Vadia impura, que faz beiço por teu pau entre os dentes. Que morde, lambe, chupa... Suga cada veia como se a vida dependesse disso. Doce sabor que escorre nos lábios vermelhos. Safada. Sou tua. Engulo teus gemidos, sorvo teus sussurros. Gozo entre teus dedos. Tua língua. Sacio-me entre as pernas, enfio, lânguida... Ofegante. Afoita...derrama. Sou tua. Perdição. Desejo que lateja no bico dos meus seios. Entre teus dedos que puxam, apertam. Entre teus dentes que mordem, chupam. Sugam. Mama. Bebê guloso, sedento. Sou puta. Que aperta teu pau entre as coxas. Que te chama, que te provoca. Sem pudores. Sou tua. Malícia pura. Que te quer, que te engole. Que te come... Que me fode. Sou tua. Insana. Que se abre. Que te lambe. Que me prova. Sou tua... Que jorra gostoso... Que mela os dedos... Que ensopa as coxas. E que sorri. Safada!
Sou tua!!!

Pecado...

Ela sabe como provocar. O atiça, enfeitiça, mexe. Pega gostoso. Segura forte...remexe. Sabe que a mão dela, o enlouquece. Ela sabe como provocar. Mexe gostoso, enquanto morde os lábios. Mulher que devora. Que insinua. Que pega. Que pede. Ela sabe o que fazer ...e faz. Mãos certeiras, dedos ágeis. Brinca faceira no pau que endurece. Aperta matreira as bolas que enrijecem. Lambuza os dedos no néctar que se esvai. Ela sabe... Mordisca a boca seca...sangra nos dentes os lábios suplicantes. Os bicos dos seios metricamente colocados... Seu corpo nu que inebria desejo. Ela sabe como se ajoelhar. Não tem pudores, nem vergonha. Ajoelha e reza safada. Lambe cada centímetro das coxas, da virilha. Boca gulosa que traça caminhos. Língua faceira que brinca nos pêlos. Encontra. Segura firme...e mete a boca. Chupa, engole, sacia. Baba que escorre... Fome que não passa. Ela sabe como rezar sem parar. Boca faminta. Que sabe o que quer. Suga, morde a cabeça vermelha... Engole sem dó. Garganta, envolve. Não devolve. Saliva que cura, que circ…

Por Um Dia...Somente!

Quem me dera conseguir te fazer sorrir todos os dias. Poder tirar a dor do teu corpo cansado. Afagar teus medos diários. E te tomar pra mim.

Quem me dera mandar a realidade embora. Subornar a saudade e o vazio. Aninhar teus sonhos no meu peito. Te pegar pra mim.
Quem me dera anular o passado. Apagar da tua história quem te machucou. Abraçar teu mundo inteiro. Te roubar pra mim.
Quem me dera realizar todos os teus desejos. Beijar as feridas da tua alma exausta. Amar teus defeitos incontáveis. Te ter pra mim.

Quem me dera ser seu único amor.
A única pessoa de quem precisasse.
Corrigir tuas falhas...
Intermináveis falhas.
Te ter em mim.
Quem me dera respirar tua vida. Viver em teus sonhos por um só dia. Afagar tuas tristezas nos meus braços. Te amar pra mim.
Quem me dera sonhar em você. Tomar tuas mãos entre as minhas. Caminhar por tuas estradas de erros. Te viver...
Em mim.
Quem me dera ser tua voz por uma noite. Te deixar dizer tudo que sempre sentiu. Viajar nos teus sons de silêncio.
Te ter...

Pra mim!!!

Tão Juntos...

Em algum lugar...
Ele anda solitário.
Perdido em suas certezas, embalado por seus sonhos.
Deixou a companhia dos amigos...decidiu que era hora de sossegar.
Queria um amor que fosse verdadeiro.
Queria a constante presença dela ao seu lado.
Iria lhe contar sobre seus dias, seus sonhos e medos.
Iria lhe apresentar as noites repletas de estrelas.
Sentar no tapete grosso da sala e lhe mostrar todos os cds, dvds....todos "es"..
Iria lhe segurar as mãos e simplesmente, a chamar para ficar perto dele.
Talvez...só talvez, fizesse café para ela...
Ou iria lhe mostrar que sabia fazer as batatas fritas mais crocantes do mundo todo!
Ele adoraria ficar ali com ela...olhando a parede.
Sentir o perfume dos seus cabelos...do seu pescoço.
Iria rir muito quando ela fosse tola..aliás, ele adorava o jeito tolo dela ser.
A abraçaria forte, quando ela estivesse com dor.
Para que assim, a dor dele diminuísse...
Iriam ficar olhando a lua, da janela grande da sala...
E dormiriam agarradinhos, para que o frio do Alasca…